Greve na Central de Cervejas

A greve na central de cervejas (empresa responsável por marcas como a Sagres) iniciada na segunda está a obter uma adesão de 100%, segundo o Sindicato dos Trabalhadores da Agricultura e das Indústrias de Alimentação, Bebidas e Tabacos de Portugal (SINTAB). Os grevistas reclamam o aumento do salário “digno e justo e progressão na carreira”. Referem ainda que se até às 10h30 de terça não houver nenhuma tentativa de negociação por parte da empresa, os trabalhadores vão também deixar de fazer o trabalho suplementar durante todo o ano até que a empresa chame para uma negociação séria... No primeiro dia de greve a adesão é de 100%, com paragem total do fabrico, mantendo-se os trabalhadores concentrados frente às instalações da empresa, em Vialonga. Está marcado para quinta (9 de Maio) um plenário onde estará presente Arménio Carlos, secretário-geral da CGTP.