Os artistas protestaram e o TV Fest foi mesmo cancelado

Durou pouco tempo o TV Fest. Anunciado esta semana, rapidamente motivou uma petição que pedia o seu cancelamento. Ao mesmo tempo, dezenas de artistas usaram as redes sociais para apontar críticas ao formato. Ao que parece, o pedido foi atendido e o evento que deveria começar esta quinta-feira, 9 de abril, foi mesmo cancelado. Na manhã de 9 de abril contava já com nove mil assinaturas. Poucas horas depois, o número chega perto das 19 mil. O festival que arrancaria com Marisa Liz, Fernando Tordo, Ricardo Ribeiro e Rita Guerra como primeiros quatro convidados, já não irá para o ar. O formato inédito do evento que deveria, ao longo das semanas, transmitir cerca de 120 atuações, foi um dos grandes motivos das críticas. Cada um destes primeiros convidados poderia endereçar o convite a outro artista e assim sucessivamente — uma medida que os autores anónimos da petição apelidaram de “antidemocrática e não inclusiva.” O objetivo era eles serem os principais beneficiários do milhão de euros que o Ministério da Cultura alocou para o TV Fest.