Wikinight

Publicado

02-04-2024 14:51

A decadência da discoteca Kasa da Praia, Porto: Um espaço abandonado desde 2020.

Lembras-te da última vez que passaste pela Kasa da Praia, Porto? Era um local muito bem localizado (literalmente numa praia), onde as pessoas dançavam até altas horas da madrugada. Mas agora, se lá voltares, encontrarás apenas um edifício abandonado, testemunha silenciosa de tempos melhores.

A história da Kasa da Praia remonta a 16 de maio de 2015, quando abriu as suas portas pela primeira vez. Instalada no antigo edifício da subestação de abastecimento de energia dos elétricos, na Praia Internacional do Porto, este espaço ganhou vida própria ao longo dos anos. No entanto, nem tudo foram rosas desde o início.

O projeto de renovação, liderado pelo arquiteto Filipe Oliveira Dias, enfrentou uma década de atrasos, em grande parte devido a problemas de licenciamento com a autarquia. O investimento na recuperação da antiga discoteca ascendeu a cinco milhões de euros, um sinal do potencial que se esperava para este espaço icónico.


Entre os eventos memoráveis que ali ocorreram, destaca-se um concerto marcante com Nininho Vaz Maia, promovido pela produtora kosmopolitanpt e com bilhetes à venda na Wikinight, em 24 de fevereiro de 2020. No entanto, este evento ficou manchado por conflitos relacionados com a segurança do espaço, levando mesmo ao seu cancelamento. Este incidente foi apenas um prenúncio do que viria a acontecer pouco tempo depois.


A 2 de março de 2020, a pandemia da Covid-19 atingiu em cheio a Kasa da Praia. O espaço foi obrigado a fechar portas, numa decisão que, na altura, se esperava temporária. No entanto, à medida que os meses se transformaram em anos, a discoteca permaneceu encerrada, sem qualquer comunicação oficial sobre o seu destino.


Como era antigamente


A intenção de demolir o Edifício Transparente

Nas redes sociais, nunca foi emitido um comunicado, deixando os antigos frequentadores da Kasa da Praia num limbo de incerteza. Enquanto isso, rumores circulam sobre o futuro do edifício, com a Agência Portuguesa do Ambiente (APA) a manifestar a intenção de demolir o Edifício Transparente e a própria discoteca, como parte de um plano de reestruturação da zona costeira.


Assim, ao olharmos para trás, lembramo-nos com nostalgia dos dias agitados da Kasa da Praia, onde a música e a diversão reinavam. No entanto, agora resta-nos apenas a visão sombria de um espaço abandonado, à espera de um destino final que permanece incerto.



O que permanece atualmente


A discoteca Kasa da Praia faz parte do grupo K, também detentor do K Urban Beach, em Lisboa.

Imagens do artigo - Fontes oficiais do espaço (Redes sociais e Wikinight).

Artigos semelhantes

Voltar ao portal de notícias

  • Na categoria Evento
  • Na categoria Nightspot
  • Na categoria Coleção
  • Todos os resultados

Pesquisa por eventos, nightspots ou coleções no maior diretório da noite em Portugal

Ao usares este website estás a confirmar ter mais de 18 anos e a concordar com a nossa Política de Cookies e Política de Privacidade.